Backsplash: cozinha bonita e protegida

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas

Se tem um jeito simples, muito simples mesmo, de dar um tapa na decoração da cozinha é com o backsplash. Tem tanta opção linda e barata pra usá-lo que é até covardia deixar a parede branquinha e sem graça (claro que nem toda parede branca é sem graça, e óbvio que ‘sem graça’ é uma questão de opinião, mas é que quando se trata de backsplash eu sou tipo a louca!). Mas e aí, me diga: você sabe o que é backsplash?

Chega mais, que vou te contar tudo!

Backsplash: o que é, onde vive, como se reproduz

Apesar de ter esse nome em inglês o backsplash não é nenhum material importado que a gente só ouve falar. Longe disso – quase todo mundo tem em casa, embora nem todo mundo saiba disso. Tá ligado aquela parede que fica atrás da pia e do fogão, que geralmente é coberta por azulejo ou cerâmica? Então, apresento a você o tal do backsplash.

back splash, em português, significa ‘respingo’

Entender de onde veio essa tendência (que parece mais uma mudança permanente mesmo) é fácil: com a chegada das cozinhas americanas a ideia de azulejar todas as paredes do ambiente ficou pra trás, pois era uma proposta cara e nem sempre bonita. Então surgiu o backsplash, todo moderninho, com uma pegada mais barata e bem linda!

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
Não é mais preciso cobrir toda a parede. O foco agora é revestir atrás da pia e do fogão (imagem 1 | imagem 2)

Leia também: 5 dicas de decoração para uma sala pequena

Como escolher o backsplash

Já que não precisamos mais revestir a parede toda, do piso ao teto, vamos pensar: pra que serve o backsplash? Pra impedir que a gordura e a água manchem e danifiquem a parede. Sendo assim, a gente precisa escolher um material impermeável e fácil de limpar (não adianta nada proteger a parede e danificar a proteção, certo?), como azulejos, pastilhas, cerâmicas, placas de vidro, chapas de inox, pedras, até adesivos. A escolha do material depende do estilo da cozinha e do seu estilo de vida.

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
Do modelo mais simples, como os azulejos de metrô (tão super em alta!), a opções mais refinadas, como o porcelanato que imita madeira (imagem 1 | imagem 2)

Eu, por exemplo, adoro cozinhar, mas nunca faço frituras. E sempre tive pouca louça pra lavar, então não ficava espalhando água pra todos os cantos. Ou seja, na minha casa daria pra ter um backsplash de vinil tranquilamente, que ele resistiria bem. Já na casa da minha vó o vinil nunca daria conta, porque lá eles cozinham e lavam louça o dia todo (italianos… alguém se identifica?). Nesse caso, o revestimento precisa ser mais resistente, como a tradicional cerâmica.

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
O cimento queimado saiu dos pisos e tá subindo pelas paredes – uma opção linda! (imagem 1 | imagem 2)

De qualquer forma, é bom evitar revestimentos porosos, como a madeira, no backsplash. O mármore também é uma pedra porosa. É preciso impermeabilizá-la pra evitar manchas, mas dá pra usar.

Leia também: Como combinar cadeiras diferentes na sala de jantar

O estilo de cozinha

Chapas de inox e placas de vidro são super modernas e vão bem em cozinhas contemporâneas e modernas. Os dois revestimentos são bem fáceis de limpar. O inox é bacana porque tem uma superfície reflexiva que ajuda a iluminar o ambiente. Já o vidro é altamente personalizável – dá pra fazer impressões de imagens, frases, fotos, o que quiser.

Por sua vez, uma cozinha mais rústica combina com um backsplash de cimento queimado, tijolinho aparente (impermeabilizado!) ou até aqueles azulejos com cara de antiguinhos, quadradinhos. Eles podem ser super charmosos! É só trabalhar bem a composição da decór.

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
Os azulejos quadradinhos ficaram charmosos na composição. À direita, um pedaço da parede de tijolinhos tá protegida por um vidro (imagem 1 | imagem 2)

Leia também: Decoração de Natal baratinha e rápida

Backsplashes da moda

Não dá pra não falar do revestimento mais famosinho de hoje em dia que é a pastilha. Existe uma quantidade infinita de modelos de pastilhas! Tem com glitter, lisa, redondinha, de triângulo… O preço não é caro, se considerarmos que a área de instalação é pequena (e a gente mesmo pode instalar, não tem muito segredo).

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
Pastilhas metalizadas ou em formatos diferentes são vendidas em placas e são fáceis de instalar. Dá até pra colocar por cima do revestimento anterior (imagem 1 | imagem 2)

Os ladrilhos hidráulicos também tiveram seu tempo de fama, mas parece que a galera enjoou. Esse é um bom exemplo pra falarmos sobre a diferença de moda e tendência. Moda passa – hoje o azul tá com tudo, amanhã ninguém lembra que ele existe. Tendência não, ela dura e evolui ao longo dos anos. O ladrilho hidráulico foi uma moda. Muita gente trocou todo o revestimento da cozinha e hoje se arrepende (lógico que tem gente que amou e quer manter pra sempre). Mas o que quero dizer é: em alguns casos é possível ir pelo caminho mais barato, principalmente quando se trata de moda. Os ladrilhos, por exemplo: não precisa trocar o revestimento, é só colar adesivos. Fica lindo, ninguém nota que é adesivo, o custo é baratinho e ainda dá pra trocar quando enjoar.

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
Opção baratinha pra ter ladrilho hidráulico na cozinha: adesivos! (imagem 1 | imagem 2)

Saíram os ladrilhos hidráulicos, chegaram os azulejos de metrô, também chamados de subway tiles. Eles dão um toque retrô à cozinha e por si só chamam a atenção. Observa uma coisa: olha a diferença que dá do rejunte preto pro branco. Percebeu? Então fique de olho nisso quando for fazer na sua casa.

Backsplash faz sucesso nas cozinhas contemporâneas
Os azulejos de metrô tão com tudo! Realmente, a cozinha fica linda, né? (imagem 1 | imagem 2)

Leia também: Conheça a loja online do Decor Soul

Cozinha linda sem gastar muito

Viu como é fácil mudar a cara da cozinha? Do adesivo ao mármore, são várias opções e modelos. Como eu disse: por ser uma área pequena não fica muito caro. É só escolher um revestimento que combine com você, com sua casa e com seu bolso e mandar ver!

Gostou das dicas? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu recadinho! Fico tão feliz quando você participa!

Nos vemos na próxima,
Mariana

leia também:

8 comments

    1. Existem mesmo, Line. Muitas vezes a falta de informação nos faz gastar mais do que o necessário, sendo que nem sempre o resultado fica como gostaríamos. O objetivo do blog é justamente o de desmistificar a decoração. Beijo!

    1. Victor, obrigada pela visita! Que bom que gostou! Quando a cozinha ficar pronta me mande umas fotos 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *